Premium

Menor raptada na Nigéria forçada a prostituir-se no Porto

Menor raptada na Nigéria forçada a prostituir-se no Porto

Violada e drogada na Líbia e em Itália, foi ameaçada com maldições em Portugal.

Tinha 16 anos quando, a caminho da escola, em Benin City, na Nigéria, foi raptada por uma rede que viria a colocá-la na prostituição nas ruas do Porto, de onde foi resgatada. Antes, passou pelo inferno. No deserto líbio, onde foi violada várias vezes, numa ilha da Sicília e ainda em Roma, Itália, onde foi drogada. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) acabaria por prender a mulher que a obrigava a prostituir-se no Porto, mas o tribunal libertou-a e ela fugiu continuando em parte incerta. O Ministério Público acusou-a, agora, de tráfico de pessoas.

A jovem tem hoje 19 anos e ainda vive em Portugal, onde, durante dez dias, teve de prostituir-se por conta de uma mulher, também nigeriana, a quem entregava todo o dinheiro que ganhava. Antes de ser resgatada, nos dias que passou em cativeiro, escondida numa cave, foi despojada de cerca de 1500 euros. Era ameaçada com rituais mágicos (vudu) e maldições, envolvendo fígado cru, álcool e rezas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG