Exclusivo Edição Impressa

Milhares de trabalhadores burlados com empregos falsos no Qatar

Milhares de trabalhadores burlados com empregos falsos no Qatar

Burlão dizia ser engenheiro e prometia ordenados entre quatro mil e seis mil euros para obras nos estádios do Mundial de 2022.

Mário Jorge Rodrigues das Neves, de 42 anos, está a ser julgado, no Tribunal S. João Novo, no Porto, por dezenas de crimes de burla. Aproveitando o Mundial de Futebol de 2022 no Qatar, prometia ordenados entre quatro mil e seis mil euros, sacando a joia de inscrição aos candidatos. E, sem nunca dar a cara, conseguiu transformar o cemitério de Penafiel num posto de angariação de operários para obras, após contratar o coveiro, que também foi enganado. Foram milhares de pessoas as vítimas.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Outros Artigos Recomendados