Exclusivo

Milionário acusado de burla com chips para detetar cancro

Milionário acusado de burla com chips para detetar cancro

Empresário do Porto suspeito de ter enganado quatro investidores com ações de empresa sediada na Suíça. Lesados reclamam quase 340 mil euros de indemnização.

António Coelho é um homem de negócios com interesses em vários continentes, mas, de acordo com o Ministério Público (MP) do Porto, terá burlado quatro pessoas em mais de 300 mil euros, com ações de uma empresa que estaria a desenvolver um chip injetável, capaz de detetar precocemente o cancro. É acusado de quatro crimes de burla e um de falsificação de documentos. Começa a ser julgado em abril.

De acordo com o MP, o empresário, natural do Porto, mas residente em Espanha, conheceu o primeiro queixoso numa clínica de estética gerida pela vítima, em 2011. Criaram uma amizade e passaram a frequentar a casa um do outro e a fazer viagens juntos. Tudo faria parte de um plano arquitetado pelo arguido para sacar dinheiro ao médico, garante a acusação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG