Videovigilância

Militar agredido e assaltado em Leiria. PSP intercetou os suspeitos

Militar agredido e assaltado em Leiria. PSP intercetou os suspeitos

Um militar, de 20 anos, foi violentamente agredido e assaltado na madrugada desta sexta-feira, no centro de Leiria, encontrando-se internado. O sistema de videovigilância permitiu à PSP atuar rapidamente e intercetar quatro suspeitos, incluindo um jovem de 16 anos.

O assalto ocorreu, cerca das 4 horas nas proximidades daquela que é conhecida como a Rotunda do Antigo Policia Sinaleiro, quando o jovem militar, que cumpre serviço no Regimento de Artilharia Nº 4, em Leiria, foi perseguido por um grupo de quatro indivíduos, incluindo uma mulher.

O militar apercebeu-se da intenção do grupo e ainda tentou fugir, mas foi alcançado e violentamente agredido, tendo ficado sem um telemóvel, um cartão de crédito e outros bens.

PUB

O sistema de videovigilância, a funcionar na cidade desde 2018, possibilitou que a Polícia começasse a atuar antes mesmo do alerta para o 112.

"Os nossos operadores viram uma pessoa a ser transportada em braços e perceberam que algo de anormal se passava. Iniciámos a nossa ação momentos antes de o alerta ter caído na central 112 e visualizamos as imagens captadas pelas câmaras, chegando rapidamente àquelas onde apareciam os suspeitos", revelou ao JN o comissário André Antunes, comandante da Esquadra de Investigação Criminal de Leiria.

Enquanto o jovem militar era assistido pelo INEM, a PSP montou um perímetro na cidade e intercetou os suspeitos, uma mulher e três homens, dois deles residentes em Leria e os outros na zona de Lisboa, recuperando os artigos roubados. Três possuem uma ficha policial onde constam diversos crimes violentos e mesmo o mais novo já foi identificado algumas vezes pela PSP. Ficaram com Termo de Identidade e Residência.

André Antunes destacou a importância do sistema de videovigilância, a funcionar 24 horas em todos os dias da semana, que já permitiu "acorrer rapidamente a dezenas de situações e identificar os envolvidos em ilícitos".

O militar ficou internado no Hospital Santo André, onde deverá ser submetido a uma intervenção cirúrgica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG