Justiça

Militar da GNR e funcionário de quiosque agredidos em Avis

Militar da GNR e funcionário de quiosque agredidos em Avis

Um militar da GNR de Avis (Portalegre) foi agredido, no sábado, quando tentou resolver desacatos, com outro guarda da patrulha, entre um grupo de indivíduos e o funcionário de um quiosque naquela localidade, disse hoje fonte policial.

Fonte do Comando Territorial de Portalegre da GNR explicou à agência Lusa que o militar da GNR "ficou com ferimentos leves, foi agredido com um murro na face".

"Apenas por precaução, foi ao Centro de Saúde de Ponte de Sor porque tinha o lábio ferido", enquanto o funcionário do quiosque, que "foi agredido pelo grupo de indivíduos, teve de ser assistido e foi encaminhado para o hospital de Portalegre".

PUB

Segundo a mesma fonte da força de segurança, a GNR foi chamada, às 16.20 horas de sábado, para "uma situação de desacatos entre um grupo de indivíduos e um funcionário de um quiosque" em Avis.

"A patrulha foi ao local para tomar conta da ocorrência e um dos militares da GNR foi agredido", enquanto o grupo de indivíduos se "colocou em fuga".

A GNR está a desenvolver diligências e, de acordo com a fonte, "vai ser elaborado um auto de notícia, para ser remetido a inquérito" e o caso passar "a investigação judicial".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG