Exclusivo

Militar julgada por maltratar enteada retirada à mãe

Militar julgada por maltratar enteada retirada à mãe

Criança tinha oito anos à data das agressões, em 2018. Tinha sido afastada da mãe, em 2015, com base em mentira.

Uma militar da GNR vai ser julgada por violência doméstica por, em 2018, ter, presumivelmente, maltratado a enteada, então com oito anos, na casa onde residia há três anos com esta, a filha e o pai das duas crianças, no concelho de Santa Maria da Feira.

A menina tinha, em 2015, sido retirada à mãe e entregue ao pai, já então companheiro da suspeita, depois de duas técnicas da Segurança Social terem, alegadamente, mentido ao propor a uma juíza de família e menores o afastamento da menina da progenitora. A vítima voltou, em 2019, a viver com a mãe.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG