Exclusivo

Ministério Público alia-se à Europol no combate ao tráfico de meixão

Ministério Público alia-se à Europol no combate ao tráfico de meixão

Pela primeira vez em Portugal, o Ministério Público (MP) aliou-se à Europol para combater o tráfico internacional de meixão.

A captura ilegal desta espécie protegida, que pode ser transacionada a 6500 euros por quilograma em países asiáticos, tem sido tratada, na maioria dos casos, como crime de dano contra a natureza, que tende a ser punido com mera pena de multa, mas, na semana passada, o MP avançou com uma operação em que sete pessoas foram detidas e indiciadas, também, por crimes de tráfico qualificado e associação criminosa.

Na génese desta operação, está a detenção de outras quatro pessoas, em fevereiro de 2020, no Porto e em Gondomar. Eram cidadãos de nacionalidade chinesa e radicados no Norte , que tentavam embarcar em avião, no Aeroporto de Lisboa, com malas de viagem onde levavam cerca de 70 quilos de meixão vivo.3

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG