Exclusivo

Morte de estudante no Porto ainda sem resultados de autópsia

Morte de estudante no Porto ainda sem resultados de autópsia

Os resultados de autópsia ao corpo de Paulo Correia, o estudante em engenharia mecânica, de 23 anos, que morreu após uma agressão fatal na noite do Porto, faz esta quarta-feira um mês, ainda não são conhecidos. O cidadão francês, posto em prisão preventiva, foi entretanto colocado na cadeia anexa à Polícia Judiciária do Porto, após ter inicialmente estado na prisão de Custóias.

O estudante foi agredido na madrugada do passado dia 10 de outubro, perto de uma discoteca, na Rua Passos Manuel, no Porto. Foi lá que se deu uma contenda entre dois grupos: os amigos de Paulo e os de Anas Kataya, um estudante francês, que residia no Porto. Ambos estavam na fila para entrar na discoteca. Anas deu um murro à vítima, que caiu inanimada e morreu no dia seguinte no Hospital de Santo António.

A vítima estava a festejar os anos de um amigo, Gonçalo Franco, de 22 anos, também agredido com uma garrafa na cabeça.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG