Exclusivo

Morte de mãe que raptou filhos impede pai de os ver há ano e meio

Morte de mãe que raptou filhos impede pai de os ver há ano e meio

Mulher vivia no Luxemburgo e fugiu para Portugal, onde faleceu com cancro. Entregou menores a meios-irmãos.

Um emigrante português, pai de duas crianças nascidas no Luxemburgo, onde se separou da companheira entretanto falecida, está há mais de um ano sem ver os filhos, que tinham sido confiados pela mãe a dois meios-irmãos, que residem no Seixal.

Há cerca de um ano que o emigrante aguarda que o Tribunal do Seixal decida um processo judicial de entrega de criança, depois de ter visto uma queixa contra a mãe ser arquivada, pelo falecimento. A mulher desaparecera do Luxemburgo com as crianças em 2019, sem nada dizer ao pai.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG