Montijo

MP acusa assaltantes de casa que foram apanhados a fugir pela PSP

MP acusa assaltantes de casa que foram apanhados a fugir pela PSP

O Ministério Público do Montijo acusou três homens que, encapuzados, assaltaram uma casa no Montijo, agredindo um jovem de 16 anos que lhes abriu a porta, e que foram intercetados pela PSP na fuga. O caso ocorreu na noite de seis de outubro, conforme o JN noticiou, e agora os três suspeitos estão acusados de dois crimes de roubo, um dos quais agravado, e de um crime de detenção de arma proibida. Outros dois elementos do grupo continuam em fuga.

Nessa noite, enquanto dois dos assaltantes, encapuzados, ficaram no exterior a vigiar, os restantes três entraram à força na casa. Dentro de casa, agrediram um menor de 16 anos e roubaram o dinheiro que encontraram, perto de 75 euros, bem como um telemóvel, no valor de cerca de 170 euros.

O movimento suspeito dos assaltantes antes de entrarem na casa levou moradores a ligar à PSP, indicando que vários indivíduos estavam a rondar as viaturas ali estacionadas. Assim que os agentes chegaram ao local, depararam-se com os suspeitos a sair do prédio e a colocarem-se em fuga. Os agentes conseguiram intercetar três suspeitos, com 22, 24 e 27 anos, antes de chegarem ao carro que iriam usar para sair do local.

Um dos suspeitos arremessou a arma de fogo para uma zona de mato, mas a PSP do Montijo conseguiu recuperar o revólver. Neste momento, a PSP não sabia a razão da fuga dos suspeitos e foi na esquadra, para onde os suspeitos foram transportados, que receberam o telefonema do morador que foi alvo do assalto em casa.

Os suspeitos foram detidos e dois deles, que participaram no roubo, encontram-se em prisão preventiva. O terceiro sujeito, que estava na rua durante o crime, ficou sujeito a apresentações diárias na esquadra da sua residência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG