Exclusivo

Justiça investiga denúncia de Bruno de Carvalho sobre ataque a Alcochete 

Justiça investiga denúncia de Bruno de Carvalho sobre ataque a Alcochete 

O Ministério Público abriu uma nova investigação sobre o ataque, em 15 de maio de 2018, à academia sportinguista de Alcochete, confirmou, ao JN, a Procuradoria-Geral da República.

O novo inquérito foi instaurado em novembro último, no Ministério Público do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, por força de uma denúncia apresentada por Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting que, no primeiro processo sobre o mesmo ataque à Academia de Alcochete, foi absolvido da autoria moral das agressões cometidas por um grupo de adeptos contra futebolistas e membros da equipa técnica do clube.

Agora, o ex-presidente do Sporting aponta como autores morais do ataque Pedro Silveira "Barbini" e Diogo Amaral "Tusta", antigos elementos da Juve Leo que foram ouvidos apenas enquanto testemunhas no julgamento do primeiro processo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG