Futebol

MP propõe que adepto do F. C. Porto detido em Guimarães não possa ver jogos

MP propõe que adepto do F. C. Porto detido em Guimarães não possa ver jogos

Um adepto do Futebol Clube do Porto que este domingo foi detido pela PSP por ter sido visto a agredir um simpatizante do Vitória, em Guimarães, pode ser proibido de aceder a recintos desportivos durante um ano e obrigado a apresentar-se numa esquadra da PSP durante os jogos.

A proposta partiu esta segunda-feira por parte do Ministério Público da Comarca de Braga, no Palácio da Justiça de Guimarães, cabendo agora ao detido, de 22 anos de, decidir se aceita ou não tal medida alternativa, em contraposição com um julgamento que o sujeitará a penas de prisão ou de multa.

O suspeito, se aceitar a proposta, inserida na chamada Lei de Combate à Violência no Desporto, terá de entregar uma verba a quantificar a uma instituição particular de solidariedade social.

Também no jogo de domingo, foram identificados três adeptos do Vitória de Guimarães, por arremessarem garrafas de água para o recinto desportivo.

Outras Notícias