Exclusivo

MP recuou e Azeredo Lopes pode acabar absolvido em Tancos

MP recuou e Azeredo Lopes pode acabar absolvido em Tancos

Decisão do tribunal é conhecida esta sexta-feira. Procurador pediu que ex-ministro fosse ilibado, por não ter ficado provado que conhecia a investigação paralela da PJ Militar ao assalto aos paióis.

Quatro anos e meio depois do assalto aos paióis de Tancos, a 28 de junho de 2017, chega ao fim na sexta-feira, no Tribunal de Santarém, o julgamento de um dos casos mais rocambolescos da Justiça portuguesa.

Entre os 23 arguidos, estão os alegados autores do furto, elementos da Polícia Judiciária Militar (PJM) e da GNR que terão encenado, à margem da PJ civil e do Ministério Público (MP) e com a colaboração do mentor confesso do roubo, a descoberta do armamento, e até o ministro da Defesa à data dos factos, José Azeredo Lopes. É, ainda assim, improvável que o ex-governante venha, atendendo à avaliação final do próprio MP, a ser condenado por qualquer um dos quatro crimes de que fora acusado, por ter, alegadamente, dado cobertura à operação da PJM.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG