PSP

Mulher partiu as pernas ao saltar de janela quando fugia do companheiro

Mulher partiu as pernas ao saltar de janela quando fugia do companheiro

Agentes da PSP tiveram de arrombar uma porta para impedir que um homem, de 42 anos, agredisse a companheira. A vítima estava acamada por ter as duas pernas partidas, ferimentos provocados quando teve de saltar de uma janela para fugir a anteriores agressões do indivíduo.

O crime, divulgado hoje pela PSP, ocorreu no dia 3 de fevereiro, na freguesia de Campo de Ourique, em Lisboa. Aquando da chegada ao local, os Polícias ouviram pedidos de socorro da mulher, acamada devido a anterior episódio de violência.

"Face à iminente agressão, e por o suspeito se encontrar, juntamente com a vítima, trancado num quarto da habitação, houve a necessidade urgente dos Polícias procederem ao arrombamento da porta e manietar o suspeito, o qual se encontrava a agarrar a vítima pelo braço em cima da cama", refere a PSP.

PUB

Após a detenção do suspeito, e efetuadas algumas diligências, percebeu-se que o homem já era reincidente neste tipo de crime, encontrando-se a vítima acamada com duas fraturas nas pernas por "ter tido a necessidade de encetar fuga às agressões que estava a ser sujeita e saltado da janela".

À vítima foram prestados todos os cuidados, tendo sido desenvolvidas diligências para um acompanhamento diário em local adequado.

O suspeito foi presente a primeiro interrogatório judicial, sendo-lhe decretada a prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG