Exclusivo

Mulher queixou-se de violação depois de matar idoso

Mulher queixou-se de violação depois de matar idoso

Sem-abrigo usou garrafa para atacar homem em bairro de lata do Seixal. Tribunal ouviu na terça-feira ex-companheiro.

Tânia Rodrigues, de 32 anos, está acusada de ter degolado Carlos Guilhermino, de 68, em casa deste, no bairro de lata de Santa Marta do Pinhal, no Seixal, com o gargalo de uma garrafa partida e após uma discussão. Na noite do homicídio, em outubro de 2019, a mulher sem-abrigo, conhecida no bairro por fazer favores sexuais em troca de dinheiro, deixou a vítima a esvair-se em sangue e fugiu rumo à casa do ex-companheiro, em Almada. Apresentava feridas no sobrolho, tinha um grande golpe na cabeça e, questionada sobre o que se passara, disse que tinha sofrido uma tentativa de violação. Mas não identificou o agressor.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG