Histórias

Na rua e numa paragem de autocarro: outros casos de bebés deixados à sua sorte

Na rua e numa paragem de autocarro: outros casos de bebés deixados à sua sorte

Um bebé de cerca de um mês foi encontrado, na terça-feira à noite, junto de uma instituição religiosa do Cacém, Sintra, com uma nota que dava conta do motivo do abandono: dificuldades financeiras. Recorde outros casos com contornos semelhantes.

Julho de 2009

Um bebé recém-nascido, envolto num casaco, é encontrado com vida por uma habitante de Mirandela, após ter sido abandonado na rua junto a uma residência de estudantes.

Dezembro de 2010

Um bebé abandonado dentro de um saco, com pouco mais de três horas de vida, é salvo por um homem que ouviu os gemidos e se dirigiu ao local conseguindo salvar o recém-nascido que estava junto ao recanto de um prédio da Avenida de Sintra, uma das mais movimentadas de Cascais.

Outubro de 2011

Uma menina recém-nascida, com poucas horas de vida, foi abandonada, perto da entrada do cemitério do Prado do Repouso, no Porto. Estava num saco de plástico e foi levada para o hospital de S. João, no Porto.

Outubro de 2011

Um bebé, com três a quatro dias de vida, foi encontrado dentro de uma caixa de plástico, embrulhado num cobertor e com o cordão umbilical amarrado a um fio dental, junto à porta de um prédio em Vilar do Pinheiro, Vila do Conde.

Novembro de 2012

Uma menina recém-nascida, com dez horas de vida, foi encontrada abandonada na via pública, na Praia das Maças, em Sintra. Os bombeiros de Colares foram chamados para levar a bebé ao hospital de Cascais.

Setembro de 2013

Uma mulher abandonou a filha bebé, com cerca de um mês, numa paragem de autocarro, em Monte dos Burgos, no Porto. Deixou-a dentro de um saco térmico que chamou a atenção de um passageiro e a levou para esquadra da PSP.

Outubro 2016

Um bebé, aparentando menos de três meses de vida, é abandonado no interior de um prédio na freguesia de Mem Martins, em Sintra. Um morador, alertado pelo choro de criança, abriu a porta de casa e deu com um bebé dentro de uma alcofa abandonada sobre o tapete de entrada.

Setembro de 2017

Um pastor encontrou um recém-nascido envolto num lençol, junto a um cruzeiro na aldeia de Picote, Miranda do Douro. O abandono do bebé terá ocorrido no contexto de um triângulo amoroso.

Novembro de 2017

Uma bebé recém-nascida foi encontrada ainda com vida numa valeta, em Boavista dos Pinheiros, Odemira . A recém-nascida foi submetida a manobras de suporte básico de vida por parte das equipas de socorro, mas acabou por morrer no local.

Novembro de 2019

Recém-nascido deixado quatro horas a sofrer dentro de um ecoponto, com restos de cordão umbilical e em estado de hipotermia, foi resgatado e salvo por um sem-abrigo com a ajuda de outro homem que o tiraram do lixo em que se encontrava envolto.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG