Procurado desde 2019

Narcotraficante que recriou fazenda de Escobar detido em Portugal pela PJ

Narcotraficante que recriou fazenda de Escobar detido em Portugal pela PJ

O líder de uma organização internacional de tráfico de droga foi detido pela Polícia Judiciária no Algarve. O homem de 40 anos estava em fuga das autoridades espanholas desde outubro de 2019.

A Guardia Civil espanhola desencadeou uma grande operação contra o tráfico de droga em Granada na passada semana. Foram detidas 75 pessoas. Porém, o líder, de nacionalidade polaca, conseguiu escapar.

O homem de 40 anos estava a ser procurado desde outubro de 2019 e "usava várias identidades para não ser detetado". Viria a ser detido esta semana no Algarve "em cumprimento de mandado de detenção, emitido pelas Autoridades Espanholas".

Quando foi detido, ainda tentou enganar as autoridades, exibindo documentos falsos. O suspeito vai ser apresentado esta tarde de quarta-feira ao Tribunal da Relação de Évora para extradição.

No passado dia 13, uma operação conjunta das polícias espanhola e polaca, coordenada pela Europol, desmantelou uma organização criminosa dedicada à venda e distribuição internacional de canábis, em Granada.

Um dos cabecilhas da rede recriara em sua casa a conhecida "Fazenda Nápoles" do narcotraficante colombiano Pablo Escobar, com um avião à entrada. A propriedade era usada para ostentar o poder da rede, fechar importantes negócios e acolher celebrações.

Apesar de ser dirigida a partir da Polónia, a organização contava com vários membros em Granada, cada um deles com uma função bem definida. Um grupo era responsável pelo abastecimento de canábis, outro por recolhê-la, um terceiro organizava o embalamento e armazenamento da droga, cujo transporte ficava sob a alçada de outra equipa.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG