Lei

Ninguém vai preso por não pagar pensão de alimentos aos filhos

Ninguém vai preso por não pagar pensão de alimentos aos filhos

A lei dispõe que quem não pagar a pensão de alimentos de forma reiterada e colocar em perigo a satisfação das necessidades básicas dos filhos pode ser condenado até dois anos de prisão.

Contudo, pelo menos desde 2016 ninguém foi para a cadeia por ter cometido, apenas e só, o crime de violação da obrigação de alimentos. Simultaneamente, o Estado assume, todos os meses e em substituição dos pais faltosos, o pagamento da pensão de alimentos, através do fundo de garantia de alimentos devidos a menores, a mais de 20 mil crianças.

Os especialistas dividem-se relativamente a esta matéria. Se há quem defenda que a prisão não ajuda a resolver qualquer problema, outros há que sustentam que punições exemplares seriam um contributo importante para uma mudança de mentalidade em prol do apoio às crianças de famílias desavindas.

Ler mais na edição impressa ou no epaper

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG