Exclusivo

No Name Boys e croatas tinham ataque marcado a portistas na Ribeira

No Name Boys e croatas tinham ataque marcado a portistas na Ribeira

Relatório policial envolvia ultras encarnados em risco de rixa em Guimarães, mas também no centro do Porto.

Um grupo dos No Name Boys adeptos da subcultura Casual - um fenómeno transversal no futebol mundial marcado por ações violentas contra claques de outros clubes - queria atacar, com o apoio dos membros da perigosa claque croata Torcida Split, os rivais do F. C. do Porto na mesma noite em que lançaram o pânico no centro da cidade de Guimarães.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG