O Jogo ao Vivo

Justiça

Novo bebé retirado a mãe que terá tentado vender o filho

Novo bebé retirado a mãe que terá tentado vender o filho

A mãe do pequeno Daniel, suspeita de tentar esconder e vender o filho, em janeiro do ano passado, na Calheta, Madeira, voltou a dar à luz, há três semanas, mas a Segurança Social reteve o recém-nascido por considerar que a mãe não reunia condições para cuidar dele.

Lídia Freitas, que está indiciada por tráfico de pessoas, deixou o marido e vive numa casa em construção. Aguardará uma habitação social.

Recorde-se que, para curar a doença da filha e para fugir da miséria, Lídia planeou vender Daniel a um casal de emigrantes por 125 mil euros. Antes de ser presa, chegou a confessar pormenores ao namorado.

Daniel, um menino de 18 meses, foi dado como desaparecido desde a tarde 19 de janeiro do ano passado, quando se encontrava num encontro familiar na casa do tio, localizada no sítio dos Reis Acima, na zona alta do concelho da Calheta, acabando por ser encontrado três dias depois por um profissional responsável pela distribuição de água de rega na Madeira entre as 7 e as 8 horas no meio da floresta.

Quando foi encontrada, a criança apresentava sinais de frio, mas segundo o pediatra que o observou no Hospital do Funchal, estava "clinicamente bem".

Na altura, o médico considerou "intrigante" que o bebé tenha conseguido sobreviver sozinho ao relento durante três dias e noites nas zonas altas da Calheta.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG