O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Obrigada pelo tribunal a devolver milhares de euros a amante burlado

Obrigada pelo tribunal a devolver milhares de euros a amante burlado

Em apenas três meses, graças a falsas promessas de amor e de uma vida em conjunto, uma mulher de S. João da Madeira convenceu um economista a entregar-lhe todas as poupanças.

Com falsas promessas de amor e de uma vida a dois, uma mulher de São João da Madeira conseguiu que um economista lhe emprestasse mais de 13 mil euros em apenas três meses. Alegava que era para pagar dívidas, comprar comida ou tirar cursos. O homem, recém-divorciado após mais de 20 anos de casamento, acreditou e entregou todas as poupanças.

Quando ele lhe disse que não tinha mais dinheiro, ela cessou os contactos e bloqueou-o nas redes sociais e no telemóvel. Seis anos depois, o Tribunal de S. João da Madeira condenou-a a seis meses de prisão por burla e ao pagamento de uma indemnização de 14 080 euros. Sentença confirmada pela Relação do Porto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG