Justiça

Oficiais dos comandos acusados de violar deveres militares

Oficiais dos comandos acusados de violar deveres militares

Dois oficiais e um sargento estão acusados de violação dos deveres militares, no âmbito do processo disciplinar aberto na sequência da morte de Hugo Abreu e Dylan Silva na instrução do 127 curso de comandos.

A informação foi veiculada pelo Estado-Maior do Exército, que adianta terem sido os três militares acusados no âmbito do Regulamento de Disciplina Militar, que enquadra as obrigações dos militares das Forças Armadas portuguesas.

Os três militares têm agora dez dias para se defenderem das acusações, daí que o Exército não queira pormenorizar quais as acusações, uma vez que o processo de defesa dos militares pode conduzir ao desaparecimento de alguns crimes ou substituição por outros.

O procedimento disciplinar não está, no entanto, associado ao inquérito-crime que corre termos no DIAP de Lisboa, e onde vários instruendos estão a ser ouvidos como testemunhas. Ontem o Exército divulgou o resultado do inquérito interno aos termos em que decorreu o 127 curso, concluindo por terem sido encontradas graves falhas a vários níveis.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG