Crime

Madrugada de furtos em lojas e cafés na Feira, Espinho e Ovar

Madrugada de furtos em lojas e cafés na Feira, Espinho e Ovar

A madrugada desta quinta-feira ficou marcada por uma onda de furtos em estabelecimentos comerciais, que terá começado em Santa Maria da Feira e passou por Espinho e Ovar.

Os furtos ocorreram ao longo de quase seis horas, nas freguesias de Lourosa, Santa Maria de Lamas, Paços de Brandão e Nogueira da Regedoura, no concelho da Feira. Seguiu-se o Lugar de Esmojães, freguesia de Anta, Espinho, e a freguesia de Maceda, Ovar.

O primeiro furto registado ocorreu num estabelecimento comercial perto do Suil Park, em Lourosa. Minutos depois do alerta, a GNR é informada de um novo furto, também em Lourosa, mas agora na Rua João Paulo II.

A GNR de Santa Maria de Lamas, que vinha em direção a Lourosa, acabou por tomar conta desta ocorrência. Mas quando aqui se encontrava, a patrulha recebeu a informação que também em Lamas tinha ocorrido um furto em estabelecimento comercial.

Nesta localidade o alvo foi a Confeitaria Flor de Lamas, seguindo-se quase de imediato uma outra tentativa de roubo, no Café Nobre, na Travessa dos Corticeiros. Os ladrões partiram a montra, mas acabariam por não conseguir entrar.

Mesmo com a patrulha da GNR já na rua, os assaltantes continuaram a sua ação, tendo-se dirigido de seguida para a Papeleira Silva, na Rua de Santa Maria, também em Lamas.

Aqui, partiram a porta e levaram a gaveta da caixa registadora onde se encontrava um fundo de maneio, assim como outros objetos.

Na confusão, roubaram vários isqueiros, mas não se apoderaram de qualquer maço de tabaco que se encontravam no exterior da máquina.

"O dinheiro foi pouco. O maior prejuízo foi provocado pelos estragos que causaram", comentou, ao JN, o proprietário, Alberto Silva.

"Quem faz este tipo de coisas devia ser castigado quando é presente ao tribunal", desabafou.

A madrugada de assaltos continua, depois, em Paços de Brandão, onde acabaria por ser encontrada a gaveta da máquina registadora da Papelaria Silva.

Nesta freguesia, assaltaram um café onde partiram o vidro da montra para entrar e levaram também a gaveta da máquina registadora.

Ainda durante a madrugada, um outro furto é registado num café em Nogueira da Regedoura, Feira.

No vizinho concelho de Espinho, em Anta, ocorre outro roubo, em tudo idêntico aos anteriores. O alvo dos assaltantes foi a Padaria Espigueiro. "Partiram a porta em vidro e levaram um terminal do computador, pensando que se tratava da caixa registadora", explicou o proprietário Filipe Gonçalves.

Ainda de acordo com o responsável "deviam estar com fome, porque levaram vários bolos", lembrou. A caixa seria abandonada nas proximidades e recuperada pelas autoridades.

Em Espinho houve, ainda, uma tentativa de furto de uma viatura. Dois homens encontravam-se no interior da mesma com um computador, tentando coloca-la em funcionamento. Foram vistos por um homem e colocaram-se em fuga.

A madrugada ficou, ainda, marcada pelo registo de mais um roubo num estabelecimento comercial, desta vez em Maceda, Ovar.

Outros Artigos Recomendados