Feira

Operação nacional da Polícia Marítima contra o comércio de meixão

Operação nacional da Polícia Marítima contra o comércio de meixão

A Polícia Marítima está a efetuar uma operação nacional relacionada com o comércio ilegal de meixão.

Vários agentes da Polícia Marítima estão a proceder diligências em Fiães, Santa Maria da Feira, e Braga, entre outros locais, apurou o JN.

As buscas estão relacionadas com o comércio de meixão, uma iguaria muito apreciada na Ásia, especialmente na China. Nos mercados internacionais o quilo do meixão é avaliado entre 7 500 euros a 10 mil euros, e em Portugal, é avaliado entre os 500 a mil euros.

Designada por "Anguilla Anguilla", vulgarmente conhecida por "Meixão" (enguia bebé), a enguia europeia está classificada como "espécie em perigo".

Em Portugal, a captura desta espécie só é permitida no rio Minho, a pescadores devidamente autorizados, ocorrendo em período sazonal, sendo que a detenção e comercialização desta espécie dependem de certificado comunitário, emitido pelo ICNF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG