Seixal

Mega operação policial fecha oito cafés no Bairro da Jamaica

Mega operação policial fecha oito cafés no Bairro da Jamaica

A PSP esteve, este sábado, no Bairro da Jamaica, Seixal, para fechar os cafés e bares que, desde o final da semana, tinham ordem de encerramento para impedir a propagação do surto de covid-19 existente no local.

Durante três horas, entre as 16 e as 19 horas, cerca de 60 agentes da PSP de Setúbal e da Unidade Especial de Polícia acompanharam a delegada de saúde do Seixal e elementos da autarquia para, além de encerrar os estabelecimentos, sensibilizar os moradores para a necessidade de confinamento e de evitar ajuntamentos.

As portas de alguns cafés que se encontram no meio do bairro foram mesmo soldadas pela autarquia para impedir a sua reabertura pelos proprietários. Maria do Céu Viola, oficial de relações públicas da PSP de Setúbal, disse que "a operação decorreu sem incidentes e que os proprietários dos cafés e bares acataram as ordens".

Na origem do surto está uma festa que juntou mais de 50 jovens numa vivenda na Herdade da Aroeira, em Almada, no primeiro fim de semana do mês, nos últimos dias do Estado de Emergência e quando era proibido viajar entre concelhos. Dezasseis jovens moradores do bairro ficaram infetados com o novo coronavírus e até este sábado, quatro já estavam curados.

As queixas de vizinhos na Herdade da Aroeira por barulho levaram a GNR ao local. Os militares tentaram por várias vezes pôr fim à festa ilegal, mas viram os participantes fecharam-lhes a porta na cara sempre que tentavam aceder ao seu interior.

As autoridades participaram os factos ao Ministério Público por crimes de desobediência e propagação de doença e estão a identificar os participantes na festa. A GNR já apurou quem arrendou a casa, bem como o seu proprietário. Não são conhecidas detenções.

Outras Notícias