Aveiro

Operário da panificação acusado de 843 crimes de pornografia de menores

Operário da panificação acusado de 843 crimes de pornografia de menores

Um operário da industria da panificação de Aveiro, taxista nas horas vagas, foi acusado pelo Ministério Público (MP) de 843 crimes de pornografia de menores. O homem, de 34 anos, recebia e partilhava ficheiros mostrando bebés e crianças de origem essencialmente asiática, em ato sexual.

O indivíduo, que está em prisão preventiva desde setembro do ano passado após ter sido detido pela Polícia Judiciária, é natural da freguesia de Oliveirinha, onde vivia com um avô. Também era naquela localidade que trabalhava numa fábrica da indústria alimentar.

Quando foi detido, o indivíduo estava na posse de quatro mil imagens e vídeos que terão sido sacados da Dark Web, o lado oculto da Internet. No momento em que os inspetores entraram no anexo da casa do avô, onde o arguido vivia sozinho, o indivíduo estava a partilhar cerca de dois mil ficheiros de pornografia infantil através do programa "eMule". Foi precisamente através das partilhas que a PJ conseguiu localizar a morada do indivíduo, através do endereço de IP do seu computador.

PUB

Sem antecedentes criminais, o homem era solteiro mas tinha uma namorada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG