O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Ordens de despejo disparam após a pausa imposta pela covid-19

Ordens de despejo disparam após a pausa imposta pela covid-19

Balcão de Arrendamento deu razão a senhorios em 983 processos tramitados desde fevereiro de 2021. Mas nem todos os inquilinos foram de facto despejados.

O número de famílias e comerciantes que receberam ordem para desocupar os espaços que tinham arrendado disparou desde que a tramitação dos processos no Balcão Nacional de Arrendamento (BNA) voltou a ser a regra, após 11 meses de paragem, em 2 de fevereiro de 2021.

Desde 10 de março do ano passado, 170 lojistas foram obrigados a deixar os seus espaços - mais 35 do que nos dois anos anteriores. E, na habitação, só a lei provisória que trava a entrega da casa quando falta uma alternativa aos inquilinos impediu centenas de pessoas de irem para a rua. Lisboa, Porto e Setúbal são os distritos mais afetados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG