O Jogo ao Vivo

Julgamento

Padre diz que Ricardo Salgado tinha uma solução para os lesados do BES

Padre diz que Ricardo Salgado tinha uma solução para os lesados do BES

O padre Avelino Pereira Alves testemunhou esta sexta-feira no julgamento de Ricardo Salgado. À saída, disse que continua a privar com o ex-banqueiro e que este foi-se abaixo devido ao processo. "Depois de tanta tareia ao longo deste processo, ele foi-se abaixo, é normal", referiu.

O padre da família de Ricardo Salgado declarou em tribunal que o antigo presidente do Banco Espírito Santo (BES) lhe disse que tinha uma solução para os lesados e que essa situação foi o que mais o fez sofrer.

"Sempre foi dizendo que aquilo que mais o fazia sofrer neste processo eram os lesados, porque disse que tinha solução e não lhe deram tempo", afirmou Avelino Pereira Alves, que foi ouvido como testemunha na sétima sessão do julgamento do ex-banqueiro.

No exterior do tribunal decorria uma manifestação de lesados do BES, com o som de buzinas e protestos a fazer-se ouvir também na sala de audiência.

O padre admite que o Ricardo Salgado possa sofrer de Alzheimer, que chegou a pensar ser surdez. "Ele muitas vezes ficava parado quando estava a falar com ele, e pensava que ele estava a ficar surdo, a própria mulher tinha que o avisar que eu tinha feito uma pergunta", explicou Avelino Pereira Alves.

"Convivi com ele nestes momentos mais difíceis porque os amigos não devem fugir nestas ocasiões", disse. "Os amigos ficam do lado dos seus durante os maus momentos", acrescentou.

PUB

Em tribunal, caracterizou o ex-banqueiro como uma pessoa íntegra e com bons valores, que disse conhecer "há mais de 20 anos".

O julgamento de Ricardo Salgado decorre esta sexta-feira no Campus da Justiça em Lisboa para a audição das últimas testemunhas.

Ricardo Salgado responde por três crimes de abuso de confiança, devido a transferências de mais de 10 milhões de euros no âmbito da Operação Marquês, do qual este processo foi separado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG