Exclusivo

Paga dez mil euros a vereador por emprego para o filho

Paga dez mil euros a vereador por emprego para o filho

Ministério Público acusa de corrupção Domingos Pereira e mãe de candidato a lugar na autarquia de Barcelos. Dinheiro apreendido pela PJ.

Domingos Pereira, hoje vereador da Câmara Municipal de Barcelos eleito como independente, foi acusado pelo Ministério Público (MP) de ter recebido dez mil euros em notas de uma mulher, também arguida, para arranjar um emprego ao filho na autarquia. O alegado negócio nunca se concretizou mas, diz a acusação, Pereira também nunca terá devolvido o dinheiro. É-lhe imputado o crime de corrupção passiva de titular de cargo político agravado. A mãe responde por corrupção ativa, na mesma forma. O visado garante que é tudo "absolutamente falso".

A acusação, resultante de uma investigação da Polícia Judiciária de Braga, apurou que Domingos Pereira, que, em 2016, ano a que se reporta o caso, era vice-presidente da Câmara e "vereador em regime de não permanência"", uma vez que também era deputado na Assembleia da República, tinha a seu cargo "a gestão e direção dos recursos humanos afetos aos serviços municipais".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG