O Jogo ao Vivo

Burla

Pagou 67 mil euros para importar carro que nunca chegou

Pagou 67 mil euros para importar carro que nunca chegou

Um homem foi acusado pelo Ministério Público de um crime de burla qualificada e um crime de falsificação de documentos, em Lisboa. Recebeu 67 mil euros para comprar e trazer um carro de luxo da Alemanha, mas nada fez.

O caso ocorreu em 2020. No início do ano, o arguido acordou com a vítima que a ajudaria a procurar e depois importar da Alemanha um viatura de gama alta. Em maio, o homem conseguiu que o ofendido lhe transferisse para a sua conta bancária mais de 67 mil euros para esse efeito.

Porém, o burlão nunca diligenciou pela aquisição e legalização de qualquer veículo.

PUB

De acordo com a acusação do Ministério Público de Lisboa, "para iludir a vítima, o arguido apresentou-lhe um comprovativo forjado de transferência para o concessionário alemão e, durante meses, justificou a demora na entrega do carro com atrasos na legalização provocados pela pandemia", lê-se numa nota publicada pela Procuradoria da República da comarca de Lisboa.

O homem foi agora acusado de um crime de burla qualificada e um crime de falsificação de documentos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG