Ponte de Lima

Pastor incendiário em prisão domiciliária

Pastor incendiário em prisão domiciliária

Um pastor suspeito de ter ateado dois fogos florestais, para renovação do pasto, em Ponte de Lima, que tinha sido detido pela PJ de Braga, encontra-se desde quarta-feira em prisão domiciliária, por decisão do juiz de instrução criminal.

O pastor, de 60 anos, que também se dedica à agricultura, terá ateado dois fogos, em julho e agosto, ambos na zona da sua residência, na freguesia de Beiral do Lima, no concelho de Ponte de Lima. Queria alegadamente, de forma mais rápida, com menos trabalho e menor despesa, renovar pastos, o que facilitaria as tarefas de pastoreio e agricultura.

A Polícia Judiciária de Braga tem vindo a realizar um número de detenções recorde, neste ano, principalmente incendiários florestais, mas também suspeitos de incêndios urbanos.

Outras Notícias