Exclusivo

Pedido de indemnização sai caro a ex-eurodeputado

Pedido de indemnização sai caro a ex-eurodeputado

Manuel dos Santos, antigo militante do PS, exigia 4355 euros em subsídios de férias e Natal ​​​​​​​à Ordem dos Contabilistas. Pode ter de devolver mais de 60 mil euros.

O ex-eurodeputado do PS, Manuel dos Santos, recorreu ao tribunal para exigir 4355 euros em subsídios de vencimento à Ordem dos Contabilistas Certificados (OC), da qual foi presidente da Assembleia-Geral. Contudo, não só não receberá a quantia, como terá de pagar todo o dinheiro que lhe for devolvido pela Caixa Geral de Aposentações, referente ao período em que a subvenção vitalícia dos deputados foi suspensa pelo Governo. O montante a restituir pode ultrapassar os 60 mil euros.

Eleito presidente da Assembleia-Geral da OC em outubro de 2014, Manuel dos Santos, que se manteve como eurodeputado eleito nas listas do PS, começou a auferir dois mil euros (14 vezes por ano), o que aconteceu até março de 2018. Quando abandonou funções, Manuel dos Santos recorreu ao Tribunal Cível de Lisboa para exigir o pagamento de um mês de férias vencidas e não gozadas, mais o 13.º mês referente ao último ano e ainda os proporcionais do período de férias relativo ao ano de 2018.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG