Justiça

Pena máxima para Manuel "Palito"

Pena máxima para Manuel "Palito"

O homem que estava acusado de ter matado duas mulheres e ferido outras duas, em abril de 2014, em São João da Pesqueira, foi esta quarta-feira condenado à pena máxima de 25 anos de prisão.

O tribunal de Viseu considerou provado que Manuel Baltazar, conhecido por "Palito", tinha a intenção de matar as quatro vítimas, disparando contra a filha e a ex-mulher (Sónia Baltazar e Maria Angelina Baltazar, que ficaram feridas) e duas familiares desta (a tia e a mãe, Elisa Barros e Maria Lina Silva, que morreram).

Os crimes foram cometidos em Valongo dos Azeites, no concelho de São João da Pesqueira (distrito de Viseu), quando as quatro mulheres estavam num armazém onde existe um forno, a fazer bolos para a Páscoa.