Segurança

PGR concentra investigações sobre "Baleia Azul"

PGR concentra investigações sobre "Baleia Azul"

A Procuradoria Geral da República vai concentrar no Departamento Central de Investigação e Ação Penal todos os inquéritos relativos ao jogo que visa incitar jovens ao suicídio, o "Baleia Azul".

As investigações vão contar com a colaboração da recentemente criada Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e Criminalidade Tecnológica (UNC3) da Polícia Judiciária.

Em comunicado, a PGR refere que tomou mais duas medidas: os procuradores do Ministério Público ligados aos tribunais de menores devem sinalizar "todas as situações de crianças e jovens vítimas daquele fenómeno", tendo em vista a promoção de medidas de proteção, e deve ser dedicado um especial acompanhamento destes casos junto das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens.

Um elemento do gabinete da procuradora-geral, Joana Marques Vidal, vai acompanhar e coordenar a atuação do Ministério Público nas vertentes criminal e de menores.

Além destas medidas, foi ainda decidido que o Gabinete do Cibercrime da PGR irá estudar e aprofundar o tema classificado como "fenómeno criminal", estando em causa, pelo menos, um crime de incitamento ao suicídio.

Foram já noticiados pelo menos oito casos de jovens feridos por auto-mutilação no contexto deste "jogo", existindo inquéritos instaurados inicialmente em Matosinhos, Setúbal, Portalegre e Faro.

Outras Notícias