Crime de Aguiar da Beira

"Piloto" é vizinho de homicida de polícias

"Piloto" é vizinho de homicida de polícias

Pedro Dias partilha cadeia de Monsanto com os reclusos mais perigosos. Só tem direito a duas horas de recreio por dia.

"Piloto", como é conhecido o suspeito de ter disparado à queima-roupa sobre dois GNR e dois civis, em Aguiar da Beira, não vai ter vida nem vizinhança fáceis na única cadeia portuguesa de "máxima segurança", onde há 70 guardas para 60 reclusos.

No Estabelecimento Prisional (EP) de Monsanto, aquele preso preventivo terá como vizinho, por exemplo, o luso-brasileiro Marcus Fernandes, que cumpre 25 anos de cadeia por ter matado dois agentes da PSP da Amadora, há dez anos, e continua a ser um problema sério para o sistema prisional.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG