Droga

Piloto galego do narcosubmarino detido em Espanha

Piloto galego do narcosubmarino detido em Espanha

As autoridades espanholas já detiveram, nos últimos dias, um total de cinco indivíduos suspeitos de estarem ligados ao narcosubmarino usado para trazer cocaína da América do Sul para a Europa e que foi abandonado pela tripulação junto a uma praia galega.

Três dos presos são de origem galega, e um deles será o piloto do submarino.

O submarino foi intercetado na madrugada do passado dia 24 de novembro, na Galiza, com 152 fardos de cocaína (cerca de 4 toneladas), avaliadas em cerca de 100 milhões de euros. A operação de deteção e seguimento do submarino ao longo de vários dias envolveu, para além de forças policiais espanholas e da Polícia Judiciária portuguesa, unidades especiais britânicas, norte-americanas e brasileiras.

Na altura, dois tripulantes foram detidos. Eram dois cidadãos do Equador, mas as investigações permitiram entretanto, prender mais três indivíduos, todos residentes na cidade de Vigo.

De acordo com a imprensa galega, nenhum tinha perfil de narcotraficante e não tinham antecedentes criminais. Um deles, ao que tudo indica o piloto, esteve escondido numa barraca, sem água nem luz, num monte situado perto do local onde foi encontrado o submarino.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG