Exclusivo

Pirata do "Football Leaks" vai ser interrogado sobre e-mails do Benfica

Pirata do "Football Leaks" vai ser interrogado sobre e-mails do Benfica

Rui Pinto, o gaiense detido na Hungria a pedido das autoridades portuguesas por suspeitas de tentativa de extorsão ao fundo Doyen Sports, conhecido como o primeiro caso do "Football Leaks", vai poder ser formalmente interrogado sobre o caso dos e-mails do Benfica, em que é suspeito de acesso indevido.

Completa-se hoje um mês desde que Rui Pinto foi detido no âmbito do mandado de detenção europeu emitido apenas sobre o caso daquele fundo de investimento ligado ao futebol. O gaiense licenciado em História, que vive em Budapeste desde 2015, poderia ser extraditado para Portugal e interrogado apenas sobre este caso, excluindo outras suspeitas do Ministério Público e Polícia Judiciária.

Para já, Pinto está indiciado apenas por crimes de violação de segredo, extorsão qualificada na forma tentada, acesso ilegítimo e ofensa a pessoa coletiva, precisamente tendo como vítima a Doyen. Os advogados de Rui Pinto explicaram que o arguido não renuncia ao "princípio da especialidade", mediante o qual, em caso de ida para Portugal, as autoridades portuguesas ficam impedidas de proferir mais acusações do que as que existem atualmente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG