O Jogo ao Vivo

Operação

PJ ataca negócios da Defesa e faz cinco detenções

PJ ataca negócios da Defesa e faz cinco detenções

A Polícia Judiciária (PJ) tem em curso, nesta terça-feira, uma operação sobre o Ministério da Defesa que inclui 59 buscas e cinco detenções, por "suspeitas de práticas criminosas no exercício de funções públicas".

O Ministério da Defesa Nacional já reagiu, num breve comunicado, confirmando a presença da PJ e do Ministério Público nas suas instalações, na Direção Geral de Recursos da Defesa Nacional. Acrescentou que as diligências se relacionam com "atos praticados entre 2018 e 2021".

O DN avançou que estão em causa contratos celebrados pelo Ministério da Defesa, nomeadamente relacionados com a polémica reabilitação do antigo Hospital Militar de Belém. Um dos alvos principais será ex-diretor de Recursos da Defesa Nacional Alberto Coelho.

PUB

A "Operação Tempestade Perfeita", como lhe chamou a Unidade Nacional de Combate à Corrupção, da PJ, apontou a alvos em Lisboa, Porto, Alter do Chão, Almada e Comporta, com a execução de 29 mandados de buscas domiciliárias e 30 não domiciliárias. Além de cinco detenções, a PJ também constituiu 19 arguidos, segundo a contabilidade apresentada num comunicado policial.

O inquérito, dirigido pelo Ministério Público do DIAP Regional de Lisboa e envolveu cerca de 200 operacionais da PJ, "visa apurar da eventual prática, entre o mais, de crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, participação económica em negócio, abuso de poder e branqueamento".

Os ilícitos, segundo comunicou ainda a PJ, estão relacionados com "adjudicações efetuadas, por parte de Organismo da Administração Central, a diversas empresas, as quais lesaram o Estado português em muitos milhares de euros".

Nas buscas foi recolhida "prova pessoal" e de "natureza documental, digital, entre o mais, inerente aos procedimentos de contratação pública em causa".

Os arguidos detidos vão ser presentes a um juiz de instrução criminal, tendo em vista a eventual aplicação de medidas de coação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG