O Jogo ao Vivo

Operação

PJ de Braga detém quadrilha por assalto de meio milhão

PJ de Braga detém quadrilha por assalto de meio milhão

Uma quadrilha suspeita de assaltos à mão armada, um dos quais rendeu peças de ouro no valor de meio milhão de euros, foi desmantelada pela Polícia Judiciária de Braga, que deteve seis suspeitos, imputando-lhes, entre outros crimes, uma tentativa de homicídio.

A operação da Polícia Judiciária de Braga decorreu durante a manhã desta terça-feira, em várias zonas, principalmente em Guimarães e Valongo, com várias buscas domiciliárias, que levaram à apreensão de armamento e de outros artigos conotados com assaltos à mão armada.

O principal roubo foi contra um comerciante de ouro, em Santo Emilião, no concelho da Póvoa de Lanhoso, que foi alvo de emboscada e de assalto.

Os seis homens, todos feirantes, são suspeitos da prática de crimes de roubo qualificado com utilização de armas de fogo, homicídio tentado e furto qualificado, tendo sido durante a manhã desta terça-feira apreendidas armas de fogo, munições, objetos de ouro, dinheiro, para além de equipamento para comunicações, segundo revelou esta tarde a PJ de Braga.

Foram cumpridos vários mandados de busca domiciliária e não domiciliária. A 17 de fevereiro, numa freguesia do concelho da Póvoa de Lanhoso, a de Santo Emilião, um ourives foi "abordado com violência na via pública, quando conduzia a sua viatura automóvel, onde transportava várias peças e objetos em ouro, no valor estimado de cerca de 500 mil euros".

A mesma fonte policial avança que um operário da construção civil assistiu ao roubo e que foram efetuados "disparos com uma arma de fogo na sua direção, só não o atingindo por mera casualidade".

Outras Notícias