Operação

PJ desmantelou grupo de assaltantes que lançou o pânico em Salvaterra de Magos

PJ desmantelou grupo de assaltantes que lançou o pânico em Salvaterra de Magos

A PJ deteve, na zona de Salvaterra de Magos, seis homens e duas mulheres, com idades entre os 18 e os 70 anos, que estão indiciados por dezenas de assaltos, posse e tráfico de armas. O grupo lançou o pânico na localidade e poucas vítimas apresentaram queixa com receio de represálias

Os detidos, revelou esta quarta-feira a Polícia Judiciária, faziam parte de um grupo criminoso que "residia e atuava na região da Lezíria do Tejo, na zona de Salvaterra de Magos, e se dedicava ao furto em residências, em estabelecimentos comerciais e industriais e em viaturas de transporte de mercadorias, locais de onde furtava, entre outros bens, eletrodomésticos, produtos agrícolas, maquinaria, detergente, cobre e combustível".

A investigação começou em 2019, quando surgiram as primeiras informações sobre a atividade do grupo naquela zona rural, que "raramente era denunciada pelas vítimas ou pelas populações, por temerem represálias, uma vez que os suspeitos também ali residiam e eram conhecidos".

A Judiciária, com a colaboração de equipas cinotécnicas da GNR, efetuou nove buscas domiciliárias e recuperou diversos bens e valores provenientes dos furtos, nomeadamente televisores, frigoríficos, micro-ondas, geradores, motosserras, corta-sebes e 13 jerricans de 20 litros com combustível.

Foram, igualmente, apreendidas oito espingardas, caçadeiras e carabinas, dois revólveres, mais de 400 munições de diversos calibres e várias armas brancas.

Os detidos, todos sem ocupação profissional, vão ser ouvidos, esta quarta-feira, em primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG