Última hora

César Boaventura detido em esquema de branqueamento de 70 milhões de euros

César Boaventura detido em esquema de branqueamento de 70 milhões de euros

A Polícia Judiciária (PJ) do Porto desmantelou um esquema de branqueamento de capitais que movimentou cerca de 70 milhões de euros nos últimos anos. Em parceria com a Direção de Finanças do Porto, foram detidos três indivíduos por crimes de fraude fiscal, burla qualificada, falsificação informática e branqueamento. O empresário de futebol César Boaventura está entre os detidos.

Numa operação que mereceu o apoio dos Departamentos de Investigação Criminal de Braga e Madeira e ainda da Unidade de Perícia Tecnológica Informática, a PJ e Finanças do Porto realizaram 28 buscas nos concelhos de Barcelos, Braga, Esposende, Trofa, Vila Nova de Famalicão, Funchal, Benavente e Lisboa.

Entre os três detidos está um empresário do setor metalúrgico e um outro ligado à atividade desportiva.

De acordo com um comunicado da PJ, foi "através do exercício de atividade comercial fictícia de sociedades geridas pelos suspeitos, assim como de correspondentes contas bancárias tituladas por terceiros", os arguidos "criaram intrincado esquema de faturação / movimentação financeira que ofereciam tanto como veículo de branqueamento para terceiros, prestando assim esse serviço ilícito pelo qual seriam remunerados, como para ocultação dos proveitos gerados da própria atividade legítima dos próprios e de terceiros, nos setores indicados".

Segundo a PJ, para já foram identificados movimentos financeiros, em diversas plataformas, num montante superior a 70 milhões de euros. Com o esquema, o principal arguido terá lucrado 1,5 milhões de euros.

No decurso da operação policial, foi apreendida documentação diversa relativa à prática dos factos, diversas viaturas automóveis e material informático.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG