Investigação

PJ faz buscas na Câmara de Oliveira de Frades

PJ faz buscas na Câmara de Oliveira de Frades

A Polícia Judiciária (PJ) está, esta quarta-feira, a fazer buscas na Câmara de Oliveira de Frades (liderada por uma coligação PSD/CDS-PP), no distrito de Viseu, disse fonte daquele órgão policial, sem precisar qual o motivo da investigação.

A Câmara de Oliveira de Frades é liderada desde 2005 por Luís Vasconcelos, que está impedido de se recandidatar ao cargo devido à lei de limitação dos mandatos.

A Lusa tentou contactar, sem sucesso, o presidente da Câmara.

Contactada pela Lusa, um funcionário da autarquia disse que hoje não seria possível chegar à fala com algum responsável do Gabinete da Presidência, pois "estão inacessíveis".

Um funcionário da autarquia informou que hoje não seria possível chegar à fala com algum responsável do Gabinete da Presidência, pois "estão inacessíveis".

À Lusa, o único vereador da oposição (PS), Porfírio Carvalho, disse já ter conhecimento das buscas por parte de perto de duas dezenas de elementos da PJ, embora desconheça o motivo da investigação.

"Estou de férias, mas já fui contactado por várias pessoas a darem conta da presença da Polícia Judiciária na Câmara. Mandou sair todos os funcionários e tem estado a ouvir pessoas", confirmou.

Apesar de desconhecer o motivo da investigação, o vereador da oposição referiu que tem questionado a autarquia sobre alguns concursos e ajustes diretos.

"Questionei algumas adjudicações de obras, a forma como alguns concursos foram feitos, de valor elevado, de 1 ou 2 milhões de euros. Não sei se tem alguma coisa a ver com isso", apontou.

Outros Artigos Recomendados