Crime

PJ prende gangue indiciado por inúmeros furtos na zona de Braga

PJ prende gangue indiciado por inúmeros furtos na zona de Braga

A Polícia Judiciária (PJ) realizou esta quarta-feira 15 buscas domiciliárias, em Braga e Esmoriz, das quais resultou a detenção de sete suspeitos pelo crime de furtos violentos.

Os factos decorreram entre 7 de outubro de 2020 e 5 de janeiro de 2021 e tratam-se de "crimes de roubo e sequestro, bem como de crimes de furto de veículos e em veículo, essencialmente na cidade de Braga e zonas limítrofes", lê-se no comunicado do PJ.

O JN sabe que num dos casos, uma das vítimas de carjacking em Braga terá mesmo saltado fora de um veículo em movimento.

A investigação em curso na Diretoria do Norte da Polícia Judiciária concluiu que os suspeitos recorriam à violência e apropriavam-se de "veículos, acessórios de veículos, maquinaria e ferramentas de construção civil e máquinas de uso doméstico, de valor consideravelmente elevado, que depois transacionavam por valores diminutos".

Durante as buscas foram apreendidos alguns dos materiais furtados.

Todos os setes suspeitos, agora detidos, são da zona de Braga: quatro são homens e três são mulheres, com idades entre os 18 e os 27 anos. Vão ser presentes a interrogatório judicial para conhecerem as medidas de coação.

A 14 de abril já tinha sido detido, em Rio Maior, um coautor do grupo criminoso, que está em prisão preventiva.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG