Fuga

Polícia espanhola procura suspeito de matar agente Fábio Guerra

Polícia espanhola procura suspeito de matar agente Fábio Guerra

A Polícia Nacional espanhola divulgou esta quinta-feira nas redes sociais a imagem de Clóvis Cláudio Duval Abreu, o homem de 24 anos suspeito do homicídio do agente da PSP Fábio Guerra, de 26 anos, que morreu na sequência de uma agressão à porta de uma discoteca em Lisboa.

Numa publicação nas redes sociais, a Polícia Nacional indica que ele pode estar em Espanha e pede a colaboração dos cidadãos para encontrar o fugitivo.

"Se tem alguma informação sobre ele, escreva-nos para fugitivos@policia.es ou ligue para 091", é possível ler nas várias publicações que são acompanhadas pela fotografia do suspeito.

PUB

Como noticiou o JN, Clóvis Abreu reside na Margem Sul do Tejo, já é conhecido das autoridades por vários crimes e, no dia das agressões, fugiu para parte incerta. É filho de um homem que, em 2020, foi morto num tiroteio com a GNR, no Seixal.

Para além de Clóvis, que está em fuga, a Polícia Judiciária já deteve na noite de segunda-feira três homens, dois fuzileiros e um civil, suspeitos do homicídio do agente da PSP.

Um deles, o civil, foi terça-feira libertado após ser interrogado pelo Ministério Público. Já os restantes dois detidos, fuzileiros da Armada, ficaram em prisão preventiva na quarta-feira.

O juiz Carlos Alexandre justificou a prisão preventiva com o perigo de perturbação do inquérito e da ordem pública e também com o perigo de continuação da atividade criminosa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG