Sintra

Polícia Judiciária detém três elementos da própria PJ e um PSP

Polícia Judiciária detém três elementos da própria PJ e um PSP

A PJ deteve, esta terça-feira, dois elementos dos serviços de segurança e um inspetor da própria Judiciária, um agente da PSP e um militar da GNR por suspeitas de corrupção.

A operação policial, que decorreu na zona de Sintra, Lisboa, foi desencadeada por suspeitas de corrupção relacionada com atividades empresariais dos suspeitos fora do âmbito da Polícia Judiciária, nomeadamente com oficinas e inspeções automóveis.

O esquema passava por levar automóveis à inspeção periódica obrigatória, pagando uma determinada quantia para que os veículos fossem aprovados.

O inspetor detido pertence à Unidade Nacional de Combate à Corrupção e trabalhava na área da contrafação de cartões de crédito e moeda falsa.

Já os dois elementos dos serviços de segurança da PJ são um casal, sendo que um deles trabalha atualmente no setor de transportes.

No total, a operação terminou com 19 pessoas detidas, incluindo elementos de centros de inspeção automóvel e das oficinas.