O Jogo ao Vivo

Justiça

Polícia Judiciária Militar constitui dois arguidos por suspeita de fraude fiscal

Polícia Judiciária Militar constitui dois arguidos por suspeita de fraude fiscal

A Polícia Judiciária Militar anunciou que duas pessoas foram constituídas arguidas, por suspeita de fraude fiscal e recebimento indevido de vantagem, e apreendeu três embarcações de recreio na zona de Setúbal.

A apreensão decorreu na sequência de cinco buscas a embarcações de recreio, no âmbito da Operação Neptuno, desenvolvida pela unidade de investigação criminal da PJM em colaboração com a Polícia Marítima.

As buscas foram feitas no quadro de um inquérito que decorre há cerca de dois anos, sob a direção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Setúbal.

Num curto comunicado, a PJM, que investiga crimes de natureza militar, refere que em causa estão "fortes indícios da prática dos crimes de falsificação ou contrafação de documentos, recebimento indevido de vantagem e fraude fiscal".

Não foi possível confirmar se os arguidos são militares. O porta-voz da PJM, Marco Silva Ermidas, disse à agência Lusa que não estava autorizado a dar mais detalhes.

Outros Artigos Recomendados