Premium

Polícia na fronteira impediu duplo homicida de Amarante de fugir para Espanha

Polícia na fronteira impediu duplo homicida de Amarante de fugir para Espanha

No dia das mortes, Joaquim Almeida tentou fronteiras de Quintanilha e de Vilar Formoso, mas regressou a Felgueiras para se esconder.

Tinha tudo planeado para fugir para Espanha e contou com a ajuda de um filho e de uma tia. Só não contava com uma equipa de inspetores da Polícia Judiciária (PJ) do Porto que o capturaram, ontem de manhã, em Varziela, Felgueiras, onde Joaquim Almeida - o homem que abateu a tiro uma antiga amante e o namorado dela, na semana passada em Amarante - tinha passado a noite, em casa da tia. No dia em que matou o casal de namorados, o homicida tentou por duas vezes fugir para o país vizinho, mas desistiu devido ao forte aparato policial nas fronteiras.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG