Porto

Polícias em formação estão sem receber ajudas de custo

Polícias em formação estão sem receber ajudas de custo

Apenas os agentes da PSP oriundos do Porto não receberam qualquer verba nos quatro meses que já leva o Curso de Formação de Chefes. Comando Metropolitano do Porto promete resolver situação em breve.

Os cerca de 15 polícias do Comando Metropolitano do Porto (CMP) que estão a frequentar o Curso de Formação de Chefes da PSP estão, desde novembro último, sem receber os mais de 200 euros mensais, referentes às ajudas de custo. São os únicos dos 200 agentes em formação, oriundos de todos os comandos do país, que ainda não auferiram qualquer verba.

Ao JN, o CMP refere que "a situação foi detetada e será reposta no mês de março". O Sindicato Independente dos Agentes da Polícia (SIAP) espera que a promessa seja cumprida o mais rapidamente possível. Até porque, alega o presidente Carlos Torres, os cerca de mil euros que cada agente já tem a receber em ajudas de custo acumuladas faz a diferença em ordenados que variam entre os 800 e os 1050 euros. "É injusto que isto aconteça, sobretudo numa altura de crise e em que há famílias de polícias em dificuldades por terem visto o seu rendimento diminuir", justifica o sindicalista.

O SIAP enviou, na semana passada, um ofício ao CMP a exigir em tempo útil o pagamento dos montantes em falta. "Já lá vão quatro meses. Será que vão pagar todo o dinheiro em débito de uma só vez?", questiona Carlos Torres.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG