Exclusivo

Polícias proibidos de disparar com balas reais contra multidões

Polícias proibidos de disparar com balas reais contra multidões

O diretor nacional da PSP, superintendente-chefe Magina da Silva, já o tinha feito em dezembro do ano passado, mas segunda-feira voltou a alertar que os polícias estão proibidos de disparar armas de fogo, mesmo que seja para o ar, durante eventos desportivos e manifestações.

E defendeu que quem violar esta regra dificilmente evitará uma punição disciplinar ou legal. Numa comunicação enviada a todo o efetivo, Magina da Silva recordou também que os polícias à civil estão impedidos de intervir em desacatos que ocorram no mesmo tipo de eventos.

Tal como o JN avançou no final de 2021, o superintendente-chefe já tinha proibido os polícias de usarem "armas de fogo com munições letais" e de efetuarem disparos para o ar para controlar confrontos e outras desordens públicas, que envolvam "muitos intervenientes".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG