O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Poupanças desviadas por bancário podem chegar a cinco milhões

Poupanças desviadas por bancário podem chegar a cinco milhões

PJ deteve funcionário da Caixa de Crédito de Carrazeda de Ansiães. Tinha lista com mais de 100 lesados. Vítimas são idosos e ex-emigrantes.

Um bancário da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo (CCAM) de Carrazeda de Ansiães foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real por se ter apropriado das poupanças de largas dezenas de clientes ao longo dos últimos dez anos. A PJ já apurou perdas de 1,8 milhões de euros, mas suspeita que o montante desviado das contas dos lesados, que eram, maioritariamente, idosos e ex-emigrantes sem literacia financeira, pode chegar aos cinco milhões de euros.

António José Matos, de 51 anos, está indiciado por crimes de falsificação de documentos, abuso de confiança e burla qualificada. Foi ontem presente a um juiz de instrução em Vila Flor, mas as respetivas medidas de coação só devem ser conhecidas nesta quinta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG